terça-feira, 25 de julho de 2017

A Dormição da Virgem Maria:

15 de agosto:    


“Diz um  hino das Laudes: A tua Gloriosa Dormição alegra os céus, faz exultar a multidão dos Anjos: A terra toda exulta de alegria elevando a ti um canto de Adeus, ó Mãe do SENHOR de todas as coisas, Virgem Santíssima desconhecedora de núpcias, que libertaste o gênero humano da antiga condenação.”

No dizer do Papa Emérito Bento XVI: “ O CÉU TEM UM CORAÇÃO”. É o coração da Virgem Maria, que foi levada de corpo e alma para junto do seu filho para sempre.

Desde o dia de Pentecostes, quando nasceu a Igreja como Instituição,  até o dia da Assunção,  pouco  se sabe da Virgem Maria. A Sagrada liturgia,  conforme o Livro dos Cânticos 4,12 e Cânticos 4,15, a chama de Hortus conclusus, fons signatus: Jardim fechado, fonte selada e também fonte de água viva, riacho que corre do Líbano.

Sabemos com certeza e conforme as Sagradas Escrituras, que ela foi confiada ,pelo próprio  Jesus, aos cuidados do  apóstolo João Evangelista  ele, o discípulo amado.Foi João o evangelista do amor, seus escritos  foram ditados pelo coração da Santíssima Virgem, onde ela guardava toda revelação.Diz-se que Maria esteve na terra por mais ou menos 70 anos.

Sabemos sim, que a Santíssima Virgem, por um privilégio especial de DEUS Onipotente, não experimentou a corrupção, seu corpo foi levado aos Céus, glorificado pela própria Trindade Santa, unido a sua alma, Maria Assunta ao céu, onde reina gloriosa. A Igreja, sempre nos recorda que Maria  Adormeceu  no Senhor, ou como dizemos a Dormição de Maria.
Do século II tiramos da tradição, o relato de que quando Maria estava para deixar esse mundo, Gabriel, o anjo da anunciação,vai ao seu encontro e  avisa que ela  siga viagem para Jerusalém pois seu tempo estava  para terminar, por esse tempo Maria e João estavam provavelmente em Éfeso na Turquia.
Diz a tradição que por aquele tempo somente Tomé estava fora, evangelizava na Índia, e Tiago maior já tinha sido martirizado.Os outros apóstolos e discípulos todos estavam aguardando a chegada da Santíssima Virgem, e eis que o tempo se completa e todos a acompanham nos seus últimos momentos.Num lindo final de tarde colocam seu corpo virginal num tumulo nunca usado.  Poucos dias depois quando Tome chegou abriram o tumulo e o encontraram vazio, sentiu-se um perfume de flores e ouviu-se cânticos celestiais.
O Livro do Apocalipse de São João, no seu capitulo 12 e versículo 1 nos diz que:”Apareceu em seguida um grande sinal no céu:uma mulher revestida do sol, a lua debaixo dos pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas”. Na descrição dessa cena, o Magistério da Igreja, vê não somente o triunfo final  da Igreja, mas também a afirmação da vitoria de Maria sobre a morte. Foi o próprio discípulo amado, aquele que esteve com ela ate os últimos momentos de sua existência terrena, quem escreveu o livro do Apocalipse.
A festa da Dormição da Virgem Maria é uma das mais importantes das  Igrejas Ortodoxas tanto do Oriente como do Ocidente. A Igreja defende que Maria foi assumida no céu de corpo e alma, justamente como seu filho, porem Jesus ascendeu ao céu. Na Constituição  Apostolica- Munificentissimus Deus, o Papa Pio XII, no ano de 1950, quando definiu o dogma da Assunção de Maria, deixou a questão propositadamente em aberto sobre se Maria teria morrido ou não no momento de sua partida, mas alude a sua morte pelo menos cinco vezes.No ano de 1997 o Santo Padre São João Paulo II, numa audiência ele afirmou que Maria experimentou a morte corporal antes de  ser assunta ao céus.
O preço do pecado é a morte, em Maria, concebida sem pecado original, o pecado não triunfou, nela nem uma pequena fração de milésimos de segundos o pecado dominou.Ela era toda de DEUS e a DEUS daria a sua carne e o seu sangue para a Salvação da Humanidade.
O lugar de Maria era o céu, o nosso lugar é o céu. Estamos de passagem por aqui, Em Maria vemos o que um dia seremos.O nosso lugar esta preparado, depende de nós, depende de nossas ações, de nossos gestos de amor, de nosso cumprimento da vontade do SENHOR.Somos caminheiros, estamos fazendo a nossa experiência terrena, porem somos cidadãos do Céu. Paz e bem.

Marcio Antonio Reiser OFS.




Nenhum comentário: