segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Santa Edwiges


Santa Edwiges
16 de Outubro

"Tanto na vida como na morte devemos adorar humildemente as determinações da divina providência" (Santa Edwiges ao receber a notícia da morte do marido).

Mais uma vez devemos lembrar o quanto o século XIII foi rico em santidade um século de grandes santos, fundadores, doutores reis e rainhas, nobres e pobres destinação. Neste mês escolhemos a duquesa Santa Edwiges.
No alvorecer do ano de 1174 a Alemanha serve de berço a sua ilustre filha, Edwiges. Filha de Bertholdo, duque de Carinthia, Margrave de Meran e Conde de Tirol. Sua mãe era, igualmente, da linhagem nobre e de profundas convicções religiosas.
Com o passar dos anos a pequena Edwiges, destaca-se pela determinação e pela coragem de manifestar sua fé, publicamente numa sociedade marcada pelas futilidades da corte. A sua maior alegria e distração eram as leituras piedosas e os exercícios espirituais.
Quando completou 12 anos, a jovem Edwiges, em obediência aos seus pais, aceitou casar-se com Henrique o vivaz duque da Polônia e Silésia. Edwiges e Henrique, no dia do casamento, prometeram além do que é de costume, também o zelo pela santidade, que o sacramento exige.
Ambos trabalhavam para o bem comum, os pobres encontravam, no Castelo de Edwiges e Henrique, o necessário para saciar a fome e o frio nas noites geladas de inverno.
Fazia-se penitências nos dias santos de guarda, assim como em todo tempo da quaresma. Em tudo este santo casal tinha como objetivo, a maior glória de Deus. Edwiges assim se expressava: "Quanto mais ilustre se for pela origem, tanto mais se deve distinguir pela virtude, e quanto mais alta for a posição social, tanto mais obrigação se tem de edificar ao próximo pelo bom exemplo".
Uma prole abençoada por Deus, sendo 7 (sete) os filhos do nobre e piedoso casal, educados na fé e no santo temor de Deus.
Naquele lar cristão, as virtudes da fé, da esperança e da caridade eram vividas por todos inclusive pelos serviçais do castelo, tratados com dignidade, e amor. Trilhavam todos o caminho da perfeição, exigidas pelo evangelho.
Edwiges visitava os hospitais, era a mãe consoladora daqueles, que, em nada mais encontravam consolo. Fazia curativos, ajudava a lavar os doentes, assistia os moribundos e os vestia. Era também o amparo dos órfãos e da viúvas, em todas as necessidades.
Atendendo ao seu pedido, Henrique I, seu esposo construiu o convento na cidade de Breslau, para as religiosas da Ordem de Cister. Muitas e incontáveis meninas foram educadas neste convento, lá se ensinava, além dos princípios cristãos, as letras,a aritmética e os valores morais.
Dona Ediwiges, a mãe dos pobres e desvalidos, vestia-se com modéstia e simplicidade, seus trajes eram simples e sóbrios.
Uma guerra, veio trazer a dor e o sofrimento ao castelo de Edwiges. Seu esposo foi preso pelos inimigos, ao receber a notícia, Edwiges,, cheia de fé, levantou-se e com coragem seguiu em direção ao campo de batalha, e falou com tanta insistência e convicção que o duque Conrado, libertou o seu amado esposo Henrique, que logo adoeceu e veio a falecer.
...."Nosso consolo deve consistir no cumprimento da vontade de Deus", respondia Edwiges a todos que lhe apresentavam pesares.
Três anos mais tarde um novo golpe de dor para o coração daquela viúva mãe. O filho mais velho, Henrique II, morreu na batalha contra os Tártaros.
Assemelha-se a Virgem e Senhora das Dores, e pelo resto de sua vida encerrou-se no convento de Trebnitz, onde sua filha Gertrudes era abadessa. Lá, no convento, fez-se a última e a mais serviçal de todas, observando com fidelidade absoluta as regras da ordem.
Seus sacrifícios e penitências foram intensificados no convento, por muito tempo permanecia descalça mesmo com o rigor do inverno. Dormia três horas, apenas, durante o dia, era vigilante e zelosa para com os momentos de oração e adoração.
Sua devoção mais querida era o meditar a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Em suas meditações derramava lágrimas de dor pelos pecados do mundo e que feriam o corpo desfigurado de Cristo.
A Ssma. Virgem era sempre a sua terna consoladora mãe, seus olhos brilhavam ao pronunciar o santo nome da doce Virgem Maria.
Ainda em vida, Deus por meio de seus insistentes rogos, concedeu incontáveis milagres. Sempre que traçava sobre os enfermos o sinal da Santa Cruz, um milagre acontecia.
Em vida, Edwiges doou todos os seus bens aos pobres e desvalidos socorreu os órfãos e as viúvas em suas necessidades. Seus filhos, apesar de todos os bens que herdaram eram solícitos e generosos como seus santos pais.
Edwiges, sentindo que os seus dias estavam para terminar, intensifica suas orações e pede o recebimento dos sacramentos a reconciliação e da unção dos enfermos. Todas as palavras são por ela acompanhadas com fervor e emoção. Todos os presentes se comovem com sua aparência luminosa e seu olhar radiante de felicidade.
Era o dia 15 de outubro de 1243, Edwiges estava com 69 anos, seu corpo esta sepultado e é venerado no convento de Trebnitz (Silésia).
O papa Clemento IV, declarou Edwiges Santa, e padroeira da Polônia.
*        Santa Edwiges, foi o socorro dos endividados em vida, hoje no céu seu poder de intercessão, junto a Jesus, é infinitamente maior.

Santa Edwiges, rogai por nós,
Amém!

Paz e Bem!

17 comentários:

Debora Silva disse...

confio e tenho fé que essa santa linda e maravilhosa ora mim tirar de todas as minhas dividas eu creio pois e santa forte e guerreira e mim protejerar de todas essas dividas que vem mim tirando o sono

Fabrício Marques Machado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabrício Marques Machado disse...

Boa tarde e a paz de Jesus. Temos uma comunidade Santa Edwiges aqui em São José dos Campos/SP. Achei muito interessante esta história e estou pedido permissão de divulgar esta postagem no meu blog. Grato desde já.

Evaine Nascimento disse...

A paz a todos,hoje tenho minha vida financeiramente organizada graças a Santa Edwiges,eu era uma pessoa compulsiva,sempre trabalhei muito,e sempre com dividas além do meu salário,mas graças a minha fé a Santa Edwigens fui libertada.Amém

Eliene Abreu disse...

Boa Noite blog "História dos Santos" gostaria de saber mais informações sobre a oração e o ritual de santa Edwiges e principalmente onde eu possa encontrar uma amostra da carta, será que você poderia me ajudar?

Josely disse...

Vou começar hoje a Novena a Santa Edwiges e peço que pela sua intercessão mim liberte das minhas dívidas. Se for da vontade de Deus é para salvação da minha alma. Amém

Josely disse...

Vou começar hoje a Novena a Santa Edwiges e peço que pela sua intercessão mim liberte das minhas dívidas. Se for da vontade de Deus é para salvação da minha alma. Amém

Unknown disse...

Peço a intercessão de Santa e Dwight q rogai a deus por mim e por todos que estão individados

Antonio Garcia disse...

Peço a intercessão de Santa e Dwight q rogai a deus por mim e por todos que estão individados

Antonio Garcia disse...

Santa edwiges rogai por nos

Antonio Garcia disse...

Santa edwiges rogai por nos

avelar disse...

Frequento a Igreja Santa Edisiges há quase 1 ano. Somente hoje li a linda biografia dela e peço perdão pelo desleixo . Doravante serei devoto e procurarei seguir os exemplos de fé e caridade que ela tanto pregou nos 69 anos que esteve conosco. Avelar- Brasília .

Boa Tela ao Bom Gosto disse...

A belíssima história da Santa Edwiges se destaca por ser de família rica e sua disposição em socorrer todos os tipos de necessidades que encontrava nas pessoas. Ela como esposa viveu uma profunda sabedoria e com esmerado amor ao seu esposo e filhos, conduzindo-os à Fé Católica. A Alemanha, seu berço de natalidade, pode e deve se orgulhar pela ilustre filha Edwiges. No trato com as coisas de Deus, Ela soube dar os melhores exemplos à humanidade. No ano de 1174, em 16 de outubro o mundo se orgulhava com a

SANTA EDWIGES. Sua Oração: "Ó Santa Edwiges, vós que na terra fostes o amparo dos pobres, a ajuda dos desvalidos e o socorro dos Endividados e no Céu agora desfrutais do eterno prêmio da caridade que em vida praticastes, suplicante te peço que sejais a minha advogada, para que eu obtenha de Deus o auxílio de que urgentemente preciso: (fazer o pedido). Alcançai-me também a suprema graça da salvação Eterna.
Santa Edwiges, rogai por nós. Amém.

Eucletes disse...

Confio e tenho mta fe nessa naravilhosa Santa que me consedeu varios milagres.Dentre eles, obtive o fim das dividas, que estavam mto altos, fora de meu alcance monetario.Troca de trabalho e um salario 3vezes. Maior. O qual vieram me oferecer o trabalho em casa. Obs.Eu nao levei curriculo nenhum. Foi um. Conhecido que. Foi me. Oferecer o trabalho. O qual aceitei. E, hoje. Tenho meu salario bem. Maior do que o anterior. E minhas dividas controladas. Gracas a minha fe nessa grande Santa que intersedeu a Jesur. Por mim.Amem para sempre!

Eliandra Silva disse...

Minha Santa Edwiges, sei que não há conheço plenamente, mas a mim a vc santidade conhece, o meu espírito é seu, a minha alma e sua e de Nosso senhor Jesus... Eu suplico minha Santa Edwiges, interceda ao pai por mim, e me conceda receber o dinheiro q eu trabalhei para receber, eu sou merecedora dessa graça, eu suplico, rogai por mim, minha santa Edwiges. Rogai por mim minha santa Edwiges.

Emília Soares disse...

Santa Edwiges tenha piedade de todos os endividados, principalmente aqueles que querem tirar sua própria vida. amém

Emília Soares disse...

Santa Edwiges tenha piedade de todos os endividados, principalmente aqueles que querem tirar sua própria vida. amém