sábado, 21 de junho de 2008


A Virgem
do Monte Carmelo


16 de julho

“Ó Virgem do Carmelo, escuta a oração do povo que te invoca de todo o coração. Teu santo escapulário meu peito cobrirá...”.

O Carmelo é o jardim da Maria, o próprio nome já nos diz, e, realmente, o Monte Carmelo é admirado pela sua beleza e por sua vegetação vastíssima. Antigamente era repleto de grutas devido à constituição calcária de sua rocha.
Conhecido como o primeiro oratório em louvor à Virgem Maria, o Monte Carmelo é lugar sagrado do antigo e do novo testamento. A tradição nos diz que: havendo uma grande fome na Samaría, o Profeta Elias subiu o Monte Carmelo e prostrando-se por terra, pôs seu rosto entre os joelhos em oração... De repente nos céus apareceu uma pequena nuvem do tamanho de uma pegada humana, que subia no mar. Pouco a pouco o céu se escureceu, e se seguiu uma grande chuva.
Naquela pequena nuvem temos o primeiro sinal da Ssma. Virgem, pois assim como a nuvem cobre com sua sombra o que está embaixo, Nossa Senhora cobre com sua proteção os seus filhos.
Pela montanha bíblica do Carmelo passaram muitas raças e civilizações orientais e ocidentais.
“Os primeiros carmelitas estabeleceram-se no Monte Carmelo porque acreditavam no amor de Deus...” Bento XVI.

Pentecostes

Uma antiga tradição nos diz que no dia de Pentecostes - dia que marca o nascimento da Igreja – os descendentes espirituais do profeta Elias desceram do Monte Carmelo e forma eles os primeiros a aceitar o cristianismo e a serem batizados pelos apóstolos.
Neste mesmo dia, foram apresentados à Mãe do Senhor, e ao ouvirem suas palavras tão doces e suaves, foram tomados de um encantamento que jamais puderam esquecer, retornaram ao Monte, e lá erigiram a primeira capela em honra da Virgem Maria.


O santo escapulário

Sob a influência direta do profeta Elias, a Ordem dos Carmelitas se constituiu e cresceu levando uma vida de oração, jejum e penitência, pobreza e castidade, obediência e silêncio.
No ano de 1251, a ordem atravessava sua maior crise, com perseguições, violências de todo tipo, muitos irmãos sendo martirizados, e neste ano assume como superior Simão Stock.
O superior, devotíssimo à Virgem Maria, implora sua proteção e amparo, e assim sendo, no dia 16 de julho do mesmo ano, Nossa Senhora dignou-se a aparecer-lhe, rodeada de anjos, e entregando-lhe o escapulário disse: “Meu filho dileto, eis o escapulário, que será o distintivo da minha ordem do Monte Carmelo. Aceita-o como penhor de privilégio para ti e para todos os membros da ordem; privilégio que foi depois estendido a todos que o trouxerem com devoção.”
“É este o sinal... todos aqueles que morrerem revestidos com o santo escapulário não sofrerão o fogo eterno”.
Eu também levo o meu escapulário do Carmo” João Paulo II.
O escapulário é proteção, é o manto de Maria que cobre os seus servos fiéis, é proteção na vida e na hora da morte.
O Carmelo é o jardim de Maria e nele floresceram as mais belas flores como: Teresa d’Ávila, João da Cruz, Simão Stock, Terezinha do Menino Jesus, Beatriz de Santa Teresa e tantos incontáveis nomes da Ordem da bem aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo:
“Flor do Carmelo, vinha florífera, esplendor do céu, virgem fecunda, singular, ó mãe benigna... aos carmelitas do privilégio, estrela do mar!” (São Simão Stock).

Paz e Bem!
Marcio Antonio Reiser O.F.S.


Nenhum comentário: