domingo, 16 de janeiro de 2011

Beata Laura Vicuña


BEATA LAURA VICUÑA

22 DE JANEIRO

Testemunho de fé e de oferta agradável a Deus.

Corria o ano de 1891 e a cidade de Santiago, capital do Chile, estava sendo o palco da sangrenta e terrível guerra civil.
Foi, justamente, neste cenário que veio ao mundo uma bela menina, filha do soldado José Domingos Vicuña e de Mercedes Pinto, era o dia 05 de abril de 1891, exatamente a 3 meses do início da guerra.
O pai de Laura estava nos campos de batalha quando sua esposa foi obrigada a fugir do Chile, indo se alojar no outro lado dos Andes em La Lajas na Argentina. Lá, no outro lado, a mãe e filha estariam protegidas.
Em pouco tempo, dona Mercedes receberia a triste notícia da morte de seu esposo. A notícia veio acompanhada de preocupações, afinal, como sobreviveriam?
Não se sabe por que razão, talvez pela necessidade ou outro motivo qualquer, o fato é que dona Mercedes torna-se amante de um argentino chamado Manuel Mora.
No ano de 1900 a pequena Laura inicia os seus estudos no colégio das irmãs Salesianas, filhas de Maria Auxiliadora. Foi com certeza, o tempo mais feliz de sua vida.
Foi com a mesma felicidade que no dia 02 de junho de 1901, recebeu Jesus Eucarístico pela primeira vez. O dia de sua primeira comunhão marcou de tal forma a sua vida que escreveu, em um pequeno caderno, o seu propósito de vida: “Oh meu Jesus, eu quero te amar e te servir por toda a minha vida.”
Quando completou 10 anos de idade manifestou, para as filhas de Maria Auxiliadora, o desejo de se tornar uma religiosa, uma irmã Salesiana. Feito o pedido, o senhor Bispo pediu que ela aguardasse um pouco mais.
Laura era uma menina meiga e graciosa, e numa de suas férias em casa da mãe e do padrasto, percebe o olhar malicioso do mesmo e por várias vezes teve que repelir suas investidas.
Com o tempo percebe que sua mãe sofre maus tratos do padrasto e cada vez mais deseja se tornar religiosa e servir e amar unicamente a Jesus.
Na solenidade da Imaculada Conceição, em 08 de dezembro de 1901, recebe a fita de admissão como Filha de Maria. Estava a um passo de entrar para a congregação Salesiana.
Quando a pequena Laura percebeu que sua mãe, que ela amava muito, vivia em situação de pecado, ofereceu-se a Deus pela conversão dela, Intensificou sua vida de oração e suas penitencias.
Já no final do ano de 1903, Laura é obrigada a voltar para a casa pois estava muito doente, sua mãe era só cuidados com a filha.
No dia 14 de janeiro de 1904, Manuel Mora, chegou bêbado em casa e com palavrões e ofensas parte para cima da mãe e da filha. Apesar da fraqueza, Laura tentou fugir de casa, porém seu padrasto a agarrou e começou a espancá-la, sem dó nem piedade, Laura caiu inconsciente.
A jovem Laura Vicuña, vendo que seus dias estavam para terminar, chama a sua mãe, e segurando em suas mãos; exclama: “Mãe, eu estou morrendo! Pedi a Jesus e faz tempo, oferecendo-lhe a minha vida por ti, para obter a tua conversão e a tua volta para Deus... mamãe, antes da morte não terei a alegria de ver-te arrependida?”
Dona Mercedes, em lágrimas, beija as mãos da filha e promete mudar de vida, e voltar para Deus.
Com esta alegria entregou sua alma ao Senhor, era a noite de 22 de Janeiro de 1904, Laura estava com 13 anos.
Seus restos mortais encontram-se na Capela das Filhas de Maria Auxiliadora em Bahia Blanca na Argentina.
Foi beatificada pelo Papa João Paulo II, em 1988. Laura Vicuña é invocada como padroeira das pessoas que são vítimas de maus tratos pelos parentes.
Laura Vicunã, carta de amor e de sacrifício, ternura de Deus e modelo para os nossos adolescentes e jovens.

12 comentários:

Amalia disse...

Eu amo Beata Laura, ela fez tudo de bom em minha vidA, E VAI CONTINUAR A FAZER.Amalia

Francyellen_S disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francyellen_S disse...

Muito bonita a história dela!
Foi realmente um exemplo de amor e santidade!
Também tenho um blog: www.bllogdolivro.blogspot.com.br/

Véra Marina O. Lesser disse...

Sou devota dela e recebi uma grande graça por sua intercessão.Ela tem o sobrenome Carmo e minha filha de 19 anos também. Não é coincidência e sim previdência divina. Agradeço a beata Laura de todo o meu coração.

Rafaela Maria disse...

Na minha escola tem uma estatua dela e por incrivel que parece ela se mexe.Eu e minhas amigas estamos vendo mais a fundo

Teresa Raquel ceara disse...

pois é, olha a pedofilia aí gente! Manoel Mora,Safado,pedófilo,se fosse no tempo de hoje Mercedita não seria chamada de Prostituta,teria direitos como esposa, e Manuel ia parar na lei Maria da Penha por agredir a esposa e por ser um pedófilo,mas ele encontrou alguém pior do que ele que o assassinou, e ele tá no inferno agora e laurinha tá no céu,espero que Mercedita também.

lorogamer disse...

Conheci Laura quando estava grávida da minha filha Wilna hoje com 21 anos. A minha gravidez não fluía muito bem e prestes ao parto recebi uma foto da Laura e Dona Miriam disse: entregue sua filha nas mãos dela que ela fará a obra para que corra tudo na santa paz e assim foi feito. Hoje nas horas de sufoco chamo por ela e logo em seguida ela nos ouve. A gradeço a DEUS e a ela pela filha maravilhosa que tenho e a entrego fielmente nos braços dela.


kauan oliveira disse...

Minha Vida é presença constante de Laura de Vicuña. Recebi várias graças, pela intercessão de Laura. Meu maior sonho, uma Missão : A Canonização de Laura.
Torci pela escolha do Papa Francisco, por ser Argentino e, com certeza, conhecer vários testemunhos da intercessão de Laura; não entendo por que, ainda, não reconheceu sua Canonização.
Escreveria aqui, muitas Graças alcançadas mas, vou relatar uma recebida em 1983:
Meu filho Waldir, (com 6 meses de idade), estava internado com pneumonia. Eu o deixei sòzinho, no quarto e me dirigi ao Posto de Enfermagem; era troca de Plantão e, as enfermeiras comentavam de uma criança que havia falecido e observou: "O menino do 103 não amanhece, era meu filho." Senti um calafrio e voltando para o quarto, pedi a presença e providências do médico... 15 dias depois, o Pediatra bateu no meu ombro e disse que venci, meu filho estava fora de perigo.
Obrigada Laura de Vicuña!!! Minha fiel intercessora, junto ao Pai.

Márcio Martins disse...

Me chamo Márcio M. Corrêa, de Tubarão SC, em 22 de maio de 2015 nossa filha Laura de 4 anos e 3 meses foi morar com Jesus, vitima de pneumonia viral, não conseguiram salvar nossa filhinha que entrou andando e sorrindo para uma consulta e saiu em óbito 15 horas depois. Eu e minha esposa ainda sofremos muito, e hoje resolvi ler a história de Laura de Vicunã, me surpreendi com as coincidências de datas e nomes. Nossa filhinha que só tinha 4 aninhos amava Jesus e era coroinha numa igreja da cidade de Gravatal SC. Somos felizes por ter uma filha que amava Jesus e sabia muitas orações, graças a Mãe Angelita que sempre deu a educação católica para Nossa Anjo Laura. Hoje, 22 de fev.16, fazem 9 meses que Laura faleceu, e dia 15 de fev. ela completou seus 5 anos. Teve festinha no céu. Jesus, Maria e José cuidem de Nossa Filhinha aí no Céu, Nossa Senhora do Rosário de Fátima, rogai por nós que recorremos a vós. (mmartins.cc@gmail.com).

Márcio Martins disse...

Olá
Hoje completam os nove meses sem nossa filhinha amada, vamos fazer uma oração para Ela, porque agora só isso nos resta, assim como diariamente fizemos, faremos hoje, uma oração para tentar confortar nossos corações marcados com essa cicatriz eterna.

Ó Senhor Jesus Amado, que Laura esteja ao seu lado, sorrindo e brincando no paraíso, lugar sagrado, divino e infinitamente belo.
Nos conforte, nos dê forças para seguir nossas vidas, e que Nossa Senhora interceda junto ao Pai, na esperança que menos crianças sofram, e que a cura das diversas doenças sejam encontradas logo, sendo assim, pedimos ao Deus todo poderoso que abençoe os cientistas e médicos que honestamente lutam para que isso ocorra.
Que Nosso Anjo Laura nos guie sempre para o bom caminho como um Anjo da guarda, nos protegendo e nos dando forças.
Assim seja.

Daniel Saldanha Pieroni disse...

Eu não entendi a parte da mãe dela ser amante de alguém, sendo que o marido dela tinha morrido. Até aí, até que a morte vos separe. Não? '-'

Haydee Victorette disse...

Amante porque não eram casados...então viviam em pecado (sem fazer juízos de valores, se isto é certo ou não. Aqui, o texto se refere a este sentido).