quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Nossa Senhora da Salete



Nossa Senhora da Salete

19 de setembro 1846

“Olhai como crescem os lírios nos campos.
Não trabalham nem fiam. No entanto, eu vos digo: nem Salomão, em toda a sua glória, jamais se vestiu como um deles” (Lc. 12, 27).


Vivemos com tantas preocupações que não percebemos os dons e as maravilhas que o nosso Deus coloca à nossa disposição.
Estamos nos tornando insensíveis à simplicidade e à beleza do colorido das flores, do canto insistente dos pássaros, do cheiro do mato, das ervas,d o barulho da chuva.
Deus, em sua infinita sabedoria, nos proporciona a cada instante, o espetáculo indescritível e harmonioso que é a vida.
A vida é Dom de Deus e não cabe ao homem qualquer insinuação de destruição e impedimento da mesma.
Em todas as suas manifestações divinas, Deus sempre escolheu os simples e puros de coração.
Crianças, camponeses, pastores, pescadores, agricultores, mães de família, enfim, pessoas sensíveis e disponíveis a ouvir o chamado e a se colocar a serviço do Senhor, sem preocupações com a opinião dos outros.
E assim, Deus mais uma vez, envia Nossa Mãe do Céu para alertar e pedir a conversão de seus filhos, quando esses permanecem insensíveis às manifestações divinas.

A história

Corria o ano de 1846, era o mês de setembro, inicio de outono na Europa, mais precisamente o dia 19, na pequena cidade de La Salete, na França, Diocese de Grenoble.
A vida seguia seu rumo sem grandes acontecimentos para aquele povoado de camponeses simples e humildes.
Os campos de La Salete, próximo aos Alpes, estavam revestidos divinamente de flores diversas, miosótis, margaridas e lírios dos Alpes, formando um espetáculo de rara beleza.
Foi neste cenário que os pastorinhos Maximino Giraud (11 anos) e Melânia Calvat (15 anos), enquanto pastoreavam o rebanho, foram visitados pela Virgem Maria, nossos pastorinhos eram apenas amigos.
Após o almoço, daquele Sábado ensolarado, os pastores, mais precisamente Melânia, avistou no fundo do vale, uma estranha luz que brilhava como o sol.
A pequena pastora chamou a atenção de seu companheiro para o fenômeno.
Ao se aproximarem da luz, esta se abriu ao meio e os pastores puderam contemplar a figura de uma linda mulher sentada sobre uma pedra, com os cotovelos apoiados sobre os joelhos e o rosto escondido entre as mãos, demonstrando uma profunda tristeza.
“A Bela Senhora”, como os pastores definiram a aparição, ao perceber que os mesmos estavam assustados, chamou-os para perto dela, a fim de acalmá-los.
“Vinde, meus filhos, não temais, aqui estou para vos comunicar uma grande noticia. Se meu povo não quiser aceitar, vejo-me forçada a deixar cair o braço de meu Filho. É tão forte e tão pesado que não posso mais segurar. A tanto tempo que sofro por vós...”.
E continuou:
“Os que conduzem os carros (de boi), não o fazem sem abusar do nome de meu Filho. Se a colheita se estraga, não é senão por vossa causa. Bem vo-lo mostrei no ano passado com a colheita das batatas e não fizestes caso. Ao contrário, quando encontráveis estragada, era então que em tom de revolta, pronunciáveis o nome de meu Filho”.
“Se tiverdes trigo, não o semeeis, pois os animais comerão tudo. O que semeardes e o que vingar, reduzir-se-á a pó quando for malhado. Sobrevirá uma grande fome”.
“...os outros farão penitências pela fome. As nozes estragar-se-ão; as uvas hão de apodrecer. Se vocês se converterem, até as pedras e as rochas se transformarão em montões de trigo e as batatas aparecerão semeadas por sobre a terra”.
E ainda continuou:
“...e vocês, meus filhos, fazem bem suas orações?
- Não muito bem, responderam os pastorinhos!
- Ah! Meus filhos, é preciso fazê-la bem, à noite e de manhã. Quando não puderdes rezar mais, recitai ao menos o Pai-Nosso e uma Ave-Maria, devotamente. Quando tiverdes tempo, é preciso rezar mais”.

E ainda falou:
“Somente algumas mulheres idosas vão à missa, os outros trabalham aos domingos, durante o verão. E no inverno, quando não sabem o que fazer, vão a missa para somente zombar da religião. Durante a quaresma vão ao açougue como cães, atrás de carnes”.
E a Virgem concluiu depois, dizendo:
“Pois bem, meus filhos, transmitam tudo o que lhes revelei a todo o meu povo”.
Após ficar alguns instantes suspensa entre o céu e a terra, ela ergueu os olhos para o alto e foi desaparecendo lentamente.
Maximino apressou-se então para juntar algumas flores, que a bela senhora tinha sob os pés, mas elas sumiram repentinamente.
Os pastorinhos voltaram para a vila ao escurecer e contaram a seus patrões tudo o que tinha visto e ouvido da bela senhora.
Após o dia 21 de setembro, começaram as romarias ao local da aparição, cuja veracidade foi comprovada por inúmeros milagres.
No ano de 1852, o Bispo de Grenoble, fundou a Congregação dos Missionários, para propagar a mensagem da Virgem de la Salete e também iniciou a construção do Santuário que ficou pronto em 1879.
Maximino morreu muito jovem e Melânia tornou-se religiosa, sendo uma das fundadoras das “Filhas do Zelo do Divino Coração de Jesus”, e faleceu em 1904, em odor de santidade.

A mensagem das lágrimas

Mélania descreveu pranto de Nossa Senhora: “A Santíssima Virgem chorava quase o tempo todo enquanto falava. Suas lágrimas corriam lentamente até os seus joelhos e desapareciam com as faíscas de luz. Eram brilhantes e cheias de amor”.
“...as lágrimas de Nossa Mãe, longe de diminuir seu ar de majestade, Rainha e Senhora, pareciam embelezá-la e torná-la mais bela e a mais amorosa das mães”.

A cruz e a corrente

Melânia descreve: “Nossa Senhora tinha uma belíssima cruz pendurada no pescoço. Essa cruz era dourada e sobre ela o crucificado [...] Quase nas duas extremidades da cruz, de um lado havia um martelo e do outro uma torquês”. Geralmente interpreta-se o martelo como símbolo daqueles que pela sua má vida e pelo menosprezo a lei divina, pregam ainda mais nosso Senhor Jesus Cristo na cruz. Nesta mesma concepção a torquês representa aqueles que por suas boas ações aliviam as dores do Nosso Senhor, tentando despregá-lo da cruz.

Os olhos


Sobre os olhos da Virgem Mélania descreveu “os olhos da virgem Maria, pareciam mil vezes mais belos que os brilhantes, os diamantes e todas as pedras preciosas mais procuradas. Eles brilhavam como sóis, eram doces, luminosos como um espelho. Em seus olhos via-se o Paraíso, eles atraiam a ela”.

A Mensagem

A Virgem aparece com trajes de camponesa, sentada sobre uma pedra, traz na cabeça um rico diadema dourado, com flores, trajava um avental e seus pés cobertos de flores.
A Virgem falava com simplicidade, do jeito simples dos pastores simples, falava da terra, das plantações e colheitas, do gado e da fome, da oração e da missa. A linguagem era de fácil entendimento para os pastorinhos analfabetos e humildes.
O que a Virgem anunciou aconteceu um ano depois. Um grande flagelo sobre as parreiras (era então desconhecido o oídio), ou mal branco. O escritor e poeta Paul Cloudel afirmou: “as uvas apodreceram”.
Leon Bloy disse: “Os maiores devotos de Maria são ou os grandes pecadores arrependidos ou os inocentes e simples, aqueles que amam com um amor mais intenso se encontra ou entre aqueles que conheceram bem o pecado ou entre aqueles que o pecado não os conheceu”.
Peçamos a Virgem da Salete que interceda por nós, junto ao seu filho Jesus, pois, apesar de se passarem anos, a sua mensagem continua atual, para os nossos dias, apenas com a diferença de simbolismos.
Amém
Paz E Bem!

9 comentários:

Elenir disse...

eu recebi muitas graças de n senhora da salete sou devota dela a 18 anos e sempre que posso passo pra frente seu poder e bençan tem uma imagem dela na beira da estrada em santa catarina e vi no riogrande do sul tambem o milagre que ela me deu foi muito grandes na minha vida e sempre pesso socorro a ela

Elenir disse...

o maior milagre foi tava perdendo meu marido a 18 anos atraz e pedi a ela que nao deixasse eu sem a coisa mais preciosa que eu e meus filhos tinha para outra mulher hoje somos felizes graças a n senhora da salete faz 29 anos somos casados temos 5 filhos e meus dois ultimos filhos tem um 17 e outro 12 tinhan bronquite muito forte quase morriam e pedi a ela que curase eles e recebemos a cura e comprei um aparelho de inalaçao quando fui na minha cidade de lages passei na santa e fiz o pedido na ida quando voltei ate hoje nunca usei o aparelho tenho pra empresta pra outra pessoas quando ataca o broquite fiz um proposito enquanto eu for viva e passar la sempre paro pra resar e mostra meus filhos curado e meu marido junto de nos e sempre falo pra eles quando passarem la na santa chegar e agradecer esses grande milagre

lucasboletano disse...

em outubro eu e meus colegas famos para santa salete e com os professores tambem foi juntos e nos subimos la em cima no morro ver a santa salete mas que maravilha em meu pai eterno que lugar linda la bastante rios uma ponte que dava medo mas dai nos pedimo para deus e tudo deu serto na nossa vida e eu fiza um pedido e tenho fe em deus que vai realiza esse pedido que eu fiz me ajuda santa salete te amo santa e nos nadamos la na cachueira um que bom e o ano que vem nos vamos de novo para santa salete ai nos vamos fica da 7;30 ate a 4;30 da tarde se deus qui se e ele que ne

lucasboletano disse...

sou devota dela faz 2 anos

Denival Marques disse...

Não conhecia nem a imagem nem a história. Conheci esta imagem por um engano de imagens perguntei para moça qual o nome de uma imagem de maria e ela respondeu ns de Salete, mas não era ela que queria saber, mas depois daquele dia fiquei intrigado com a imagem e todas as vezes que vou lá comércio de artigos religiosos, o meu 1º olhar vai pra ela, e reparava tambem que de todas as imagens de Maria, ela é a única que estar triste (deprimida assim dizendo), até que me veio a curiosidade de conhecer a história e vejo o motivo de sua tristeza. Devemos ouvir o que falamos, pretar + atenção, pois todas as vezes que erramos ou alguma coisa dá errado em nossas vidas colocamos a culpa em Jesus, em resumo o crusssificamos +. Por isso é que eu peço a ns que poassamos ser como este TORQUÊS, que alivia as dores de Jesus, tirando-o da cruz.
Fiquei impressionado com a história e vejo quye calamidades como devastações nas colheitas, diminuição de nossos peixes, a miséria foram e são uma das previsões de n. senhora para aquele tempo e que esta refletindo muito em nossos dias.
REFLITAMOS NOSSOS ATOS PROCUREMOS REZAR + E DAR + TEMPO PARA AS NOSSAS ORAÇÕES, POIS SÓ assim teremos consciência de nossos atos sendo mais sensíveis ao outro que esta necessitado. N.Sra de Salete rogai por nós e nunca desista de nós.
Denival gildo Marques Júnior de Bacabal no Maranhão.Boa Tarde a todos e PAZ E BEM!!!!!!!!!!

Paulo Bonora disse...

muito milagrosa e espirito forte, Deus abençoe todos os que cre em esta santa, muitas graças ja alcancei com ela, muito obrigado Nossa Senhora de Salete

Ana Maziero disse...

Moro em Blumenau-SC, e sempre q possível vamos até Nossa querida Nossa Senhora da Salete ( possui uma imagem de Nossa Querida Santinha a beira da estrada na BR 114, famosa curva da santinha) ... recentemente eu estava desempregada e solicitei a ajuda de nossa querida Mãe p arrumar um emprego, ela prontamente me atendeu...em feriados e dias festivos, quando possível, eu e meu marido vamos até Xaxim, Oeste de Santa Catarina, visitar os meus familiares que la residem, e sempre q passamos pela Santa ( q fica no caminho), paramos p pedir e agradecer. Na ultima destas viagens, a primeira que fizemos de moto, mais precisamente no dia 31 de gosto de 2013, paramos como de costume e fizemos nossas orações habituais. Ocorre q faltando 70 km p chegar ao nosso destino, o pneu dianteiro de nossa moto estourou, e caímos... senti a presença de nossa mãe a nos proteger e por sorte apenas tive escoriações e meu marido quebrou 4 costelas e rompeu dois ligamentos, tenho certeza que nossa querida mãe esteve presente e nos livrou do pior. Fomos encaminhados p o Hospital e após medicados, e tratados, retornamos a nossa cidade e ate a nossa querida Nossa Senhora Da Salete, pois tenho a certeza de que ela guiou Nosso Caminho, nos protegeu e abençoou e por esta e outras graças ja alcançadas é que eu sou grata eternamente e passarei adiante o seu poderoso bem.

Ana Maziero disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Maziero disse...
Este comentário foi removido pelo autor.